As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Noite *Raquel*

Letra e musica de Jorge Fernando
Repertório de Raquel Tavares

Noite... fosse eu um brilho teu
Que brilhando brilhasse, p'ra iluminar teu céu
Noite... sou só um triste olhar
Que se perde nos olhos de quem me quer olhar

Leves vultos sorrateiros / Nas esquinas, nos umbrais
Seguem-me uns olhos matreiros /Agudos como punhais
Troco um olhar pesaroso / Cruzado entre os demais
Com olhos presos a um corpo / Que se aquece entre jornais

Na viela ainda ecoa / Um timbre rouco, magoado
Só á noite é que Lisboa / Enrouquece a voz, num fado
Uma porta que se abre / Outra fecha-se num estrondo
Uma ameaça velada / Num olhar frio e medonho

As montras escurecidas / Por trás das grades cerradas
As vidas prendem-se ás vidas / Com grades insuspeitadas
Um pombo levanta e voa / Com meus passos, assustado
Só á noite é que Lisboa / Enrouquece a voz, num fado