- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

A nova Rosa da Mouraria

Letra e música de Marco Oliveira
Repertório de Tãnia Oleiro

De manhãzinha voltou a Rosa, sem dizer nada
Vinha sozinha e mais formosa, bem apressada
Parou na Rua do Capelão, onde esperava
O tal rapaz que há muitos anos a namorava

Ai quem diria
Que um dia a Rosa da Mouraria
Voltava àquela casa
No Largo da SeveraAi quem diria
Que a Rosa da Mouraria
Tinha a vida bem guardada
P'ra voltar a ser quem era

Viu sardinheiras e margaridas numa janela
Namoradeiras entristecidas à espera dela
Agora a casa tem o encanto que tinha outrora
Até a Rosa já prometeu não ir embora