- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Desculpa (seria quase voz)

Jorge Fernando / José Pereira *fado latino*
Repertório de Ana Moura

Desculpa de não ser como tu queres
De ser o lado errado entre nós
Aperta-me em teus braços de mulher
Disseste, num soluço quase voz

Desculpa não ter mais p'ra te oferecer
No tudo que te dou e que é tão pouco
Repousa-me em teus braços de mulher
Disseste tu, num tom velado e rouco

Desculpa a pequenez que me apequena
Aos teus olhos adultos, penetrantes
Acolhe com piedade a alma enferma
Disseste, á flor duns lábios delirantes

Desculpa por te olhar aquém do pranto
Que dos meus olhos corre, ao estarmos sós
Desculpa por ainda te amar tanto
Disseste, num soluço quase voz