- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Vagamundo

Humberto Arcanjo Brito Rodrigues (?)
Luis Macedo / Alain Oulman (?)
Repertório de Amália

Já disse adeus a tanta terra, a tanta gente
Nunca senti meu coração tão magoado
Inquieto por saber que o tempo vai passando
E tu vais esquecendo o nosso fado

Partida cada vez mais sombria... cansada
São nuvens negras em céu azul
São ondas de naufrágio em mar fundo
No meu deserto não vejo abrigo
Sem ter um amor neste mundo

Mas se eu voltar e como penso, me esqueceste
Troco por outro o coração amargurado
Tentarei não fazer mais castelos no ar
E nunca mais viver um outro fado