- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lianor

Luis Vaz de Camões / Alain Olman
Repertório de Gonçalo Salgueiro

Descalça vai para a fonte
Lianor, pela verdura
Vai formosa e não segura
Descalça vai para a fonte
Lianor pela verdura
Vai formosa e não segura

Leva na cabeça, o pote / O testo, nas mãos de prata
Cinta de fina escarlata / Saínho de chamalote
Trás a vasquinha de pote / Mais branca que a neve pura
Vai formosa e não segura

Descobre a touca a garganta / Cabelo de oiro entrançado
Fita de côr de encarnado / Tão linda que o mundo espanta
Chove nela graça tanta / Que dá graça á formusura
Vai formosa e não segura