- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Marcha da Mouraria

Amadeu do Vale / Frederico Valério
Repertório de Amália

Alma, nervo e coração
Das cantigas da Severa
Olha o Bairro da Severa
Na noite de São João


A Rua da Amendoeira / Foi ao Muro do Derrete
P’ra deixar de ser solteira / E casar com o Alegrete

Haja festa, animação / E Alfazema nos caminhos
Que a Rua do Capelão / Vai casar os dois pombinhos

Cigarras a cantar... guitarras a vibrar
Cantigas a bailar pelas vielas
Crianças a correr... esperanças a nascer
E cravos a aparecer pelas janelas

Roseiras a florir... velhinhas a sorrir
Ungindas pela fé e p’la virtude
Fadistas a rezar... e sinos a tocar
Na igreja da Senhora da Saúde

P’ro enlace ter mais linha / E o noivo ir mais vaidoso
Vai a Guia ser madrinha / E o padrinho é o Bem-Formoso

Nesse dia, muita calma / Sem pregões e sem berreiros
Lá vai a Rua da Palma / Ao lado dos Cavaleiros