<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

O instante dos sentidos

Mafalda Arnauth / Amélia Muge
Repertório de Mafalda Arnauth

Aqui mora o instante dos sentidos
Aqui somos momento abençoado
Em que a vida revela a cada ouvido
Um sentido que nos sabe mais a fado

Aqui, cada palavra é oração
É reza da coragem de sentir
O quanto é divino o coração
Que agora faz chorar, logo mais, rir

E que nunca morra em nós este condão
Que nos transforma a alma em poesia
Varina, no eterno de um pregão
Assim como é eterna a maresia

Aqui, cantando ao fado despertamos
Novo corpo, nova alma, nesta hora
Brindando em cada copo que tomamos
Á vida, que acontece aqui e agora

Aqui se acordam notas que mantêm
A rima, entre a dôr e a alegria
Pois se ontem houve fado, e hoje há também
É porque o fado vem do dia a dia