<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Fado luz

Cátia Oliveira / Manuel Graça Pereira
Repertório de Sandra Correia  

És mais do que luz de presença
És a cruz, és a cruz
Luz negra, funesta crença
Que conduz, que conduz
À tempestade das horas
Que o corpo não descansa
O sono não me chega
Tira-me a paz, o apego
E sofro as tuas horas na tasca galega

Mas eu sei bem que um dia, um dia o fado
Há-de ser voz e vida deste brado
Eu hei-de dar à luz o mundo inteiro
E apagar-te a ti logo em primeiro


Habitas o meu tempo todo
Como um vício que luz
Impulso imparável profano
Só o caos te traduz
Que as horas livres não cansam
E o corpo só te pesa quando a manhã chega
Tira-me a paz, o apego
E sofro as tuas horas na tasca galega