- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Marcha da Casa da Mariquinhas

José Guimarães / Manuel dos Santos

Vim á Sé ouvir o fado e logo entrei
Na Casa da Mariquinhas
Ouvi o fado e cantei
E desta casa gostei

Mesmo sem ter tabuínhas

Uma guitarra, um xaile negro traçado
Bom ambiente, um silêncio, umas pinguinhas
O fado aqui tem mesmo sabor a fado
O Porto canta na Casa da Mariquinhas

Que no Norte não há fado, é maldizer
São ideias bem mesquinhas
Quem quiser venha cá ver

E terá fado a valer
Na Casa da Mariquinhas