- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Boémio

Carlos Conde / Miguel Ramos *fado margaridas*
Repertório de Manuel Lemos

Ouvi dizer que está lá fora à porta
Um tipo da boémia à moda antiga
Que pede para entrar e não se importa
Também de vir cantar uma cantiga

Não sei se é o mesmo que eu já vi
Passar á minha rua embriagado
Entrar numa taberna que há ali
Dizendo a toda a gente – quero fado

Havia até lá dentro uma algazarra
Mas logo que ele entrou calou-se tudo
Ouvi depois trinar uma guitarra
Num som brônzeo, gemente e campanudo

Cá fora vinha o eco encher as almas
E toda a minha rua alvoraçada,
Ouviu-se o batucar de muitas palmas
No côncavo cristal da madrugada

Se é ele abram-lhe a porta por favor
Pois se não é o fado é irmão gémeo
Não vá dizer o mundo enganador
Que já se fecha a porta a um boémio