-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.255 LETRAS <> 3.120.500 VISITAS * MARÇO 2024 *

. . .

Homem da lezíria

Maria Manuel Cid / Francisco José Marques *fado zé negro
Repertório de Teresa Tarouca

Solta da cinta grosseira
Voava a camisa branca
Que o vento suão enxuga
E o salto de prateleira
Pisa o restolho que arranca
Da terra que a sede enruga

Uma melena teimosa 
Cobre-lhe a testa trigueira
Como mata de capim
E a vara fina e rugosa 
Batia forte a poeira
Da sua calça de brim

Os dentes brancos de neve 
Brilhavam como centelhas
Nos seus lábios sensuais
E mordiscava de leve 
Uma papoila vermelha
Colhida pelos trigais

Leva na bota o esporim 
Como lama de uma vala
Pinga o suor do seu rosto
Nesta lezíria sem fim 
Até o silêncio fala
Nas tardes do mês de Agosto