- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.695 LETRAS PUBLICADAS <> 2.679.000 VISITAS < > 01 FEVEREIRO 2023
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Amor do fado

Clemente José Pereira / Manuel Maria Rodrigues *marcha do manel maria*
Repertório de Lucília Gomes

Informação de Francisco Mendes e Daniel Gouveia
Livro *Poetas Populares do Fado-Tradicional*


Lá vai a Rosa d’Alfama
A quem o fado deu fama
De cantadeira singela
Não sei que tem na garganta
Que quando ela o fado canta
Chora a guitarra com ela

Nesse canteiro bairrista 
Aonde se fez fadista / Onde a cantar começou
Um guitarrista afamado
Um dia tocou seu fado / Ela o seu fado cantou

Depois já meses passados
Ao unirem seus dois fados / Num fado só, a rigor
Jamais a Rosa d’Alfama
Passou só com sua fama / Leva ao lado o seu amor

Ditada p’lo coração
Mora essa grande paixão / Na mais pequena viela
Agora quando ela canta
A guitarra dele encanta / Não chora, canta com ela