- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Dono das saudades

José Fernandes Castro / Santos Moreira *fado moleirinha*
Repertório de Júlio Pereira

Eu sou o dono da saudade que te canto
Mas já não tenho mais saudade p'ra te dar
Meu poema é um lamento e no entanto
Dá-me prazer sentir a alma soluçar

Sou o poeta deste verso feito prece
E sou a voz que te procura em cada fado
Tu és luar que já não vem, nem amanhece
És sonho triste, que sonhei, mesmo acordado

Se te procuro, só encontro esta saudade
Que me fascina, quando quero estar contigo
Esta paixão, é um poema sem idade
E este sonho, é muito mais do que castigo

Mas mesmo assim, quero manter a esperança
Que me conforta, mesmo sendo traiçoeira
Ai meu amor, minha saudade verdadeira
O povo diz, que quem espera sempre alcança