- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Embriaguês do amor

Júlio Vieitas / Alfredo Duarte *fado cravo*
Repertório de Julio Vieitas

Se o vinho faz reviver
Os grandes padecimentos
Aos infelizes mortais
Não deixarei de beber
E p’ra sentir sofrimentos
Cada vez beberei mais

Eu sou mais feliz sofrendo
Todo o mal que muita gente / Apelidou de daninho
Pois só bebendo me lembro
Daquela que eternamente / Me fará louco, com vinho

Sem vinho não penso nela
Ando tristonho e sereno / Olvidando tal miragem
Mas por ‘inda gostar dela
Bebo vinho, esse veneno / Para ver a sua imagem

Sou bobo da populaça
Um farrapo, um anormal / Sou fantoche, o mundo diz
Mas não importa a desgraça
Pois só ébrio, eu afinal / Penso nela e sou feliz