- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Enigma

Domingos Gonçalves da Costa / Francisco José Marques *fado zé negro*
Repertório de Fernando Maurício

Das horas, perco a noção
Assim que a noite declina
P'ra madrugada chegar;
E envolto na escuridão
Procuro sempre uma esquina
Só para te ver passar

Quero dizer que te amo
Mas qual sombra fugidia / Passas por mim descuidada
Quando a tua imagem chamo
Á luz divina do dia / É tudo sombra e mais nada

Por isso, sem que me afoite
Em passar de noite á rua / Onde em má hora te vi
Procuro as sombras da noite
E então, escondido da lua / Eu canto, pensando em ti

Quem sou, quem és, não importa
Eu sou mais um que suporta / Um amor inconfessado
E tu, com esse amor esquivo
Serás o doce motivo / Que me inspirou este fado