- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

A cantar é que te deixas levar

Letra e música de: José Mário Branco
Repertório de Camané

A cantar... a cantar é que te deixas levar
A cantar... tantas vezes enganada te vi
Ai Lisboa... quem te dera estar segura
Que o teu canto é sem mistura
E nasce mesmo de ti

Lenço branco perdeste-te no cais
Pensaste "nunca mais", disseram-te "até quando"?
A cantar... fizeram-te calar
A dor que, para dentro, ias chorando

Tanta vez quiseste desistir
E vimos-te partir sem norte
A cantar... fizeram-te rimar
A sorte que te davam com má sorte

Tanta vez... p'ra te enganar a fome
Usaram o teu nome nas marchas da Avenida
A cantar... puseram-te a marchar
Enquanto ias cantando distraída

A cantar... deixaram-te sonhar
Enquanto foi sonhar à toa
A meu ver, fizeram-te esquecer
A verdadeira marcha de Lisboa