- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Á porta da vida

João Monge / Pedro Rodrigues *fado primavera*
Repertório de Aldina Duarte


Bati á porta da vida
Rasguei os ossos da mão
Fugi de cães a ladrar;
Fui muitas vezes vencida
Deixei um rasto no chão
Mas não deixei de cantar

Bati á porta da vida
Sequei a cara nas mangas / Virei os olhos ao céu
Dei-me ao fado assim vestida
De amor, ciúmes e zangas / Porque este fado sou eu

Nenhuma faca me corta
Perdi o medo do mar / Levei o mar de vencida
Encontrei a minha porta
Nunca deixei de cantar / E moro á porta da vida