- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O Timpanas

Frederico de Freitas / Júlio Dantas
Repertório de Amália Rodrigues

Niza azul e bota alta
A reinar com toda a malta
É o rei das traquitanas, o Timpanas
O Pinóia na boleia

De chapéu à patuleia
Faz juntar o mulherio, no Rossio

Quando levo as bailarinas /
Do teatro ao Lumiar
Bailo eu e baila a sege / E as pilecas a bailar


O boleeiro de Lisboa
Não é lá qualquer pessoa
E as pilecas dão nas vistas, são fadistas
São cavalos de alta escola

O das varas toca viola
E o da sela que é malhado, bate o fado

Quando bato p’rás marnotas /
Roda acima, roda abaixo
Eu dou vinho aos meus cavalos /
Mas sou eu que vou borracho

Já andei por tanta espera /
Já levei tanto boléu
Já conheço tantos bois / Que lhes tiro o meu chapéu