- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Nunca tudo é demais

Carlos Macedo / Alberto Simões Lopes *fado dois tons*
Repertório de Carlos Macedo

Se o amor consome o tempo
E como é grande o nosso amor
Eu não perco um só momento
Para o tempo ser maior

Vives em tudo o que canto / E quando canto, a meu lado
No fado tu és meu pranto / Na vida tu és meu fado

És a manhã que desejo / És o sol de fim de tarde
És tudo o que tem um beijo / Quando a paixão ainda arde

A vida tem outra cor / Os dias não são iguais
Gostar de ti, meu amor / Nunca tudo é demais