- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Anita Guerreiro

Tributo de Fernando Campos de Castro 

Fui Teatro velho e novo
Com Nobreza fui do Povo / De quem fiz a minha vida
Já fui Palco e fui Canção
Já fui Marcha e fui Balão / A brilhar na Avenida

Sou Guerreiro e sou Anita
Sempre fui de pequenita 

E serei até ao fim
Porque sou Povo
Sou o Tejo e sou Canoa
Sou pedaço de Lisboa
Que mora dentro de mim

Já fui calma, e excedi-me / Fui o Fado e já fui Filme
Sempre dei o que sabia
Fui Mulher e nesta voz / 
Eu fui Eu e já fui Vós
Fui Tristeza e Alegria