- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quinta-feira da Ascensão

João José Samouco da Fonseca / António Lourenço Arrenega
Repertório de João Chora 

Se o sol desponta radioso
E promete presunçoso
Uma festa colorida
É maior a vibração
Ouve-se cedo o pregão
Sol e sombra prá corrida

Pela tarde sai a banda / A fazer a propaganda
Velho uso da função
Seguida p'lo rapazio/ Que vive num desvario
Neste dia d'Ascenção

Sai do curro o primeiro toiro / Capotes de seda e oiro
Alinham-se na barreira
É uma onda de fervor / Toma breve o espectador
E percorre a praça inteira

Corrida de aficionados / Cavaleiros inspirados
Prendem ferros cristalinos
Forcados em pegas quentes / Oferecem peitos valentes
Com coração de meninos

Entre passes de magia / Naturais, de antologia
E sorrisos de mulher
Há rosas brancas que chovem / Dentro da alma dum jovem
Que tem ganas de vencer

Porta grande de par em par / Foguetes a estralejar
Um triunfo que se busca
Com ou sem espera de gado / Para o bom aficionado
Ascensão é na Chamusca