- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O meu chorar

Manuel Carvalho / José António Sabrosa
Repertório de Joaquim Duarte

Com os teus dedos limpaste
Uma lágrima em meu rosto
Mas lembro que até choraste
Emanada em meu desgosto

É feio se um homem chora / Dizem para aí sem razão
Eu penso que só não chora / Quem não tiver coração

No sentir e na garganta / Há um modo de cantar
Há muita gente que canta / Com vontade de chorar

Sei que choro mas não sei / Se foi dor o que senti
Tantos desgostos te dei / E ainda choro por ti