<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado // Com grande deicação // Por alguém que faz do fado // A sua religião !!!
JFCastro

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Meu amor minha poesia

Nuno Gomes dos Santos / Nuno Nazareth Fernandes
Repertório de Luisa Basto

Rimar não há-de ser, forçosamente
A mais valia dentro da canção
Mas se uma rima se transforma em gente
Com alma, com ternura e coração;
A poesia é a musica contente
Que nunca rima amor com solidão

Rimar não é forçoso, mas se um dia
Houver uma mulher de corpo inteiro
Que com seu homem escreva a melodia
Do amor fecundo, do amor primeiro;
A rima não transforma a poesia
Nem há-de um verso ser seu prisioneiro

E digo:
Meu poeta meu amigo
Minha rima do amor de estar contigo

Rimar pode não ser o mais correto
Se a procura da rima for forçada
Mas se um verso vier lesto e discreto
Sentar-de de uma forma ajustada;
Ao pé de mim, debaixo do meu teto
E me acordar rimando a madrugada

Rimar pode ser mais uma prisão
Onde a palavra se sente enclausurada
Mas se a rima cantar uma canção
Louvando a palavra libertada;
Ninguém dirá dos versos que não são
A rima da canção mais desejada