- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Amália *Rodrigo*

Letra e musica de Jorge Fernando / José Galhardo *dois ultimos versos*
Repertório de Rodrigo

Rompe o silêncio, a voz
Rompe mais do que o silêncio
Rasga o peito, chega a nós
Abre o coração e vence-o

Sua voz tem o encanto do feitiço desejado
Nos seus olhos, a certeza dum povo determinado
Seus cabelos, o mar alto de chegar a todo o lado
No seu sangue Portugal, nasceu todo e fez-se fado

Rendeu-se o mundo encantado
Com a dama genial
Assim soube o que era o fado
O fado de Portugal

E como até morrer, amar é padecer
Amália chora a cantar