- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.552.800 VISITAS < > AGOSTO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Amor perfeito

Isidoro de Oliveira / Raúl Ferrão *fado carriche*
Repertório de Manuel Cardoso de Menezes

Desfolhas um malmequer
Buscando um amor perfeito
Anda não viste, mulher
O que trago no meu peito

Buscando um amor perfeito / Tu destróis qualquer flor
Mas não encontras amor / Procurando desse jeito

Há que ter maior respeito / Por quem nos ama e nos quer
O teu desprezo só fere / Tu não queres falar comigo
Em vez de ouvires o que digo / Desfolhas um malmequer

Anda não viste, mulher / Que te tenho amor profundo
P’ra mim só existe mundo / No dia em que te tiver

Tu não vês quem bem te quer / Com carinho e com respeito
É este o amor perfeito / Não o que buscas em vão
Já é teu um coração / O que trago no meu peito

O que trago no meu peito  Não é um amor qualquer
Aceita este amor perfeito / Deixa em paz o malmequer