- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Carlota

Manuel Andrade / Fernando Pinto Coelho
Repertório de António Pinto Basto
Copiado do livro do poeta
                                                                                       
No tempo em que te amei
Sonhos lindos semeei
Num canto do meu jardim
E as sementes dolorosas
Fizeram-se lindas rosas
Que sorriam para mim

Já tudo o vento levou / E do nosso amor ficou
Um roseiral de saudade
Para sempre me lembrar / A sina triste de amar
Um dia de felicidade

E nos dias mais risonhos / Vivem ali os meus sonhos
As rosas riem p’ra mim
O teu rosto vive ainda / Dentro da rosa mais linda
Das rosas do meu jardim

Vive ali por todo o dia / Esse amor que me fugia
No teu riso sem igual
Para o mundo e para a vida / Na paisagem recolhida
Do meu lindo roseiral