- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado ronda

Manuel de Almeida / Popular *fado mouraia*
Repertório de Manuel de Almeida 

Fado dizes, fado escreves
Fado sentes, fado cantas
Todas as penas são leves
Quando voam das gargantas

Quando da noite perdida / Tens a aurora conquistada
Ganhas o norte da vida / E a estrela da madrugada

Fado, dizem que é tristeza / Eu digo que é liberdade
Só tenho uma realeza / A de cantar a verdade

E ter a funda certeza / De viver co’a luz do sol
De ter uma lua presa / Nas dobras do meu lençol

E na noite prolongada / P’la saudade sentida
Ver a vida ser mudada / Ver a morte ser vencida