- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Duas janelas

Artur Ribeiro / António Mestre
Repertório de Maria Clara 

Quando na hora marcada / Chegas á tua janela
A minha fica mais bela / Pela tua enamorada

E depois, numa conversa / Levada pela nossa voz
De casarem como nós / Fazem a louca promessa

Duas janelas
Morando na mesma rua
Uma é minha, a outra é tua
Juntas na mesma oração
Rezam horas esquecidas
O noivado de nós dois
Para ficarem unidas
Em nossa casa, depois

Depois do nosso noivado / Hás-de ver as janelinhas
A viver muito juntinhas / Em nosso ninho encantado

E quando, lá das estrelas / Vier alguém por bendigo
Verás nascer um postigo / Filho das duas janelas