- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.552.800 VISITAS < > AGOSTO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pequena do Chafariz

Luís Simão / Moniz Trindade
Repertório de Moniz Trindade

Vai ao Chafariz-del-Rei / Uma pequena de Alfama
Com quem há tempo falei / Mas não sei como se chama

Só sei que nas horas vagas / Canta o fado nas tavernas
É p’ró Tejo que ela adora
Pois mora aonde ela mora / Junto aos becos e lanternas

Quadro bairrista desta Lisboa
Tela fadista se vivesse ainda Malhoa
Um riso dela é bem a prova
P’ra que a viela seja toda ela, uma trova

Com a cântaro de barro / Bem assente no quadril
Lá vai com o seu ar bizarro / Muito nobre, senhoril

Pois o Chafariz-del-Rei / Conhece-a desde garota
Era lá que ela cantava
E que traquina, brincava / Já provocante e marota