- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Bairro Alto

Carlos Neves / Francisco Carvalhinho
Repertório de Nuno de Aguiar

-
Nuno de Aguiar é o grande criador deste trecho, como fado. Na verdade, trata-se da “Marcha do Bairro Alto” de 1938. Foram seus autores: da letra, Augusto Machado e Carlos Neves; da música, Carlos Neves. Nuno de Aguiar, ao ler os versos que alguém lhe deu, viu naquela marcha um belo fado. Assim, juntamente com Carvalhinho, tratou de arranjar nova “roupagem” musical t
endo por base o Fado Corrido, e num momento de inspiração, surgiu o êxito que se conhece. 
Informação de Francisco Mendes e Daniel Gouveia
Livro *Poetas Populares do Fado-Canção*
-

Bairro Alto com seus amores tão delicados
Certa noite deu nas vistas
E saíu com os trovadores e mais o fado
P'ra fazer suas conquistas


Tangeu as liras singelas
Lisboa abriu as janelas / Acordou em sobressalto
Gritaram bairros à toa
Silêncio velha Lisboa / Vai cantar o Bairro Alto


Trovas antigas
Saudade louca
Andam cantigas a bailar de boca em boca
Tristes bizarras
Em comunhão
Andam guitarras a gemer de mão em mão 


Por isso é que mereceu fama de boémio
Por condão ou fatalista
Atiraram-lhe com a lama como prémio
Por ser nobre e ser fadista

Hoje saudoso e velhinho
Recordando com carinho / Seus amores, suas paixões
P'ra cumprir a sina sua
Ainda vem p'ro meio da rua / Cantar as suas canções
- - -
- - 
-
Versão de Carlos do Carmo

Bairro Alto aos seus amores tão dedicado
Quis um dia dar nas vistas
E saíu com os trovadores e mais o fado
P'ra fazer suas conquistas


Tangem as liras singelas
Lisboa abriu as janelas / Acordou em sobressalto
Gritaram bairros à toa
Silêncio velha Lisboa / Vai cantar o Bairro Alto


Trovas antigas
Saudade louca
Andam cantigas a bailar de boca em boca
Tristes bizarras
Em comunhão
Andam guitarras a gemer de mão em mão 


Por isso é que mereceu fama de boémio
Por seu condão fatalista
Atiraram-lhe com a lama como prémio
Por ser nobre e ser fadista

Hoje saudoso e velhinho
Recordando com carinho / Seus amores, suas paixões
P'ra cumprir a sina sua
Ainda veio p'ro meio da rua / Cantar as suas canções