- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.515 LETRAS PUBLICADAS <> 2.552.800 VISITAS < > AGOSTO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bairro Alto

Carlos Neves / Francisco Carvalhinho / Nuno de Aguiar (A)
Repertório de Nuno de Aguiar 
-  
(A) Em conversa telefónica com Nuno de Aguiar, fiquei a saber 
que os direitos musicais foram uma cedência do próprio 
Nuno ao guitarrista Francisco Carvalhinho.
Nuno de Aguiar é o grande criador deste trecho, como fado. 
Na verdade trata-se da “Marcha do Bairro Alto” de 1938. 
Foram seus autores: da letra, Augusto Machado Carlos Neves, sendo
este último também autor da música.

Nuno de Aguiar, ao ler os versos que alguém lhe deu, viu naquela marcha 
um belo fado. Assim, juntamente com Carvalhinho, tratou de arranjar 
nova “roupagem” musical tendo por base o Fado Corrido, e num 
momento de inspiração surgiu o êxito que se conhece. 
Informação de Francisco Mendes e Daniel Gouveia
Livro *Poetas Populares do Fado-Canção*
- - - 
- - 
-
Bairro Alto com seus amores tão delicados
Certa noite deu nas vistas
E saíu com os trovadores e mais o fado
P'ra fazer suas conquistas


Tangeu as liras singelas
Lisboa abriu as janelas / Acordou em sobressalto
Gritaram bairros à toa
Silêncio velha Lisboa / Vai cantar o Bairro Alto


Trovas antigas
Saudade louca
Andam cantigas a bailar de boca em boca
Tristes bizarras
Em comunhão
Andam guitarras a gemer de mão em mão 


Por isso é que mereceu fama de boémio
Por condão ou fatalista
Atiraram-lhe com a lama como prémio
Por ser nobre e ser fadista

Hoje saudoso e velhinho
Recordando com carinho / Seus amores, suas paixões
P'ra cumprir a sina sua
Ainda vem p'ro meio da rua / Cantar as suas canções
- - -
- - 
-
Versão de Carlos do Carmo

Bairro Alto aos seus amores tão dedicado
Quis um dia dar nas vistas
E saíu com os trovadores e mais o fado
P'ra fazer suas conquistas


Tangem as liras singelas
Lisboa abriu as janelas / Acordou em sobressalto
Gritaram bairros à toa
Silêncio velha Lisboa / Vai cantar o Bairro Alto


Trovas antigas
Saudade louca
Andam cantigas a bailar de boca em boca
Tristes bizarras
Em comunhão
Andam guitarras a gemer de mão em mão 


Por isso é que mereceu fama de boémio
Por seu condão fatalista
Atiraram-lhe com a lama como prémio
Por ser nobre e ser fadista

Hoje saudoso e velhinho
Recordando com carinho / Seus amores, suas paixões
P'ra cumprir a sina sua
Ainda veio p'ro meio da rua / Cantar as suas canções