- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado povo

António Rocha / Alvaro Martins *fado pão de gestos*
Repertório de António Rocha

Sê esquecido tempo antigo
Em que o povo era calado
Humilhado e perseguido
De pés e mãos amarrado

Luta agora sem demora
Impõe bem a tua raça
Mas não esqueças nesta hora
Quem te tirou a mordaça

Cravo ao peito nesse jeito
De quem sente felicidade
Por lhe ser dado o direito
À paz e à liberdade

Eu te louvo, país novo
Ó minha pátria imortal
Avante filhos do povo
Soldados de portugal