- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado das desgarradas

Manuel Alegre / Popular *fado corrido*
Repertório de João Braga

Fado da nossa partida
E de nunca haver chegada
Foi desgarrada da vida
E a vida à desgarrada

Fado da nossa memória / E da história por contar
Sabe a derrota e a vitória / Cheira a porto por achar

Fado do nosso sentir / Ninguém sabe donde vem
Talvez de Alcácer-Quibir / E quando chega é ninguém

Fado do tudo e do nada / Fado que não tem medida
Há sempre uma desgarrada / Na desgarrada da vida