<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Chuva *ao ver a chuva caír*

Carlos Rocha / Marcha do Manel Maria
Repertório de Fernando Maurício

Ao ver a chuva cair
Sinto vontade de rir
E recordo a ocasião
Em que de chapéus erguidos
Iamos tão distraídos
Que te dei um encontrão

Não sei se foi minha a culpa
Mas sei que perdi desculpa / Ao ver que estavas zangada
E quando em mim reparaste
Eu vi logo que gostaste / Desta cara descarada

Apertei-te docemente
Quando a chuva inclemente / Nos levou p’ra um portal
Foram minutos de espera
A gerar uma quimera / Que nos fez esquecer o mal

E essa chuva que caía
Cada vez mais forte e fria / Nossas almas aqueceu
Por isso, me rio agora
E bendigo aquela hora / Em que a chuva nos prendeu