- - -

- - -
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
° 6.015 Letras Publicadas // 1.800.000 Visitas ° 10.07.2020
- - -
° Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto // Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido °
- - -
° Por questãoes de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas // Os fados de Coimbra e os Humorísticos estão em colunas isoladas °

.

Entre tanto

Manuela de Freitas / Armando Augusto Freire *fado alexandrino antigo*
Repertório de Marco Rodrigues

Entre a rosa desfolhada e o espinho que fere a mão
Entre a poeira da estrada e a escada sem corrimão
Entre a mancha na parede e a falha no vitral
Entre o deserto de sede e a montanha de sal

Entre o estore avariado e o moscardo na vidraça
Entre o cigarro apagado e o veneno na taça
Entre a arma que e apronta e a mão que não se estende
Entre o mal com que se conta e o bem que não se defende

Entre o grito e o segredo, presença tão calculada
Entre a loucura e o medo, ausência tão arriscada
Entre o disco repetido e o silêncio pesado
A mesa de pé partido e o verso de pé quebrado

Entre a margem e o fundo, entre mim e tanta gente
Entre esta casa e o mundo, entre tanto tão diferente
Em constante recomeço passa o tempo, muda o espaço
Entretanto eu entristeço, mas não cedo no espaço

E entre o que não é nada
E tudo aquilo que enfrento
Há uma rima encontrada
Um novo fado que invento