- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.552.800 VISITAS < > AGOSTO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Amor de mãe

César Morgado / Miguel Ramos *fado alberto*
Repertório de César Morgado


És sempre para mim a mais bonita
Apesar de enrugado esse teu rosto
Serás até morrer, mãe infinita
Aquela sempre aquela que eu mais gosto

Apesar de velhinha, podes crer
Gostar sempre de ti, nada o evita
Nunca te trocarei por outra qualquer
És sempre para mim a mais bonita

Frases puras do amor que tanto zelo
Como é dever dum filho honrar tal posto
Assim és para mim o ser mais belo
Apesar de enrugado esse teu rosto

De tantos sacrifícios teres passado
Só quem não sabe amar não acredita
Que a deusa do amor puro e sagrado
Serás até morrer, mãe infinita

De todas és p'ra mim a mais querida
Apesar doutro amor que não desgosto
Assim és sempre tu p'ra toda a vida
Aquela sempre aquela que eu mais gosto