- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Numa qualquer da cidade

José Guimarães / Alvaro Martins
Repertório de Amélia Maria 

Fiquei sem coração naquela rua
Fiquei sem coração para te amar
Embora no meu gosto seja tua
Não tenho coração para gostar;
Fiquei sem coração naquela rua
Tenho uma pedra agora em seu lugar

Se te deixar
Se me encontrares por aí
Podes crer, não sou mulher
P’ra te esconder a verdade
Vou procurar
Um coração que perdi
Que perdi numa rua qualquer
Numa rua qualquer da cidade

Foi pedra que agitou águas paradas
Aquele olhar, que a rir fitou o meu
Foi estrela que apagou a madrugada
Foi sol onde o meu frio se aqueceu;
Foi pedra que agitou águas paradas
Do charco tão sereno que era eu