- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado das cerejas

José Gago / José António Sabrosa *fado pintadinho*
Repertório de Ana Pacheco 

Tão doces, apetitosas
E vermelhinhas de cor
As cerejas como as rosas
Trazem perfume ao amor

As cerejas não são ginjas / Nem se podem comparar
Com este medo que finjas / Que me amas sem amar

Não sei se sou quem desejas / No mês de maio ou agosto
Mas tu, tal como as cerejas / És o fruto de que mais gosto

Oxalá Deus me proteja / De mágoas e desconsolo
Que seja eu a cereja / Bem no cimo do teu bolo