- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Vai, dança com ela

Letra e música de Armando Nascimento Rosa
Repertório do autor 

Quem te disse que o fado não dançava 
Mentiu-te para te deixar sentada
Vielas com viola onde há guitarra
Dançava a gente além da madrugada

Não são só trovas vindas do passado
Nem vozes mortas da cidade antiga
Se o corpo ouvir o som que vem do fado
Voltas a ser rapaz ou rapariga

Dá-me o teu braço, traz o teu gesto
Traça no espaço, escapa ao cansaço de tudo o resto
A vida é plena se bailares nela
Faz uma cena sem dor nem pena
Vai, dança com ela 


Quem te disse que o fado é só tristeza
Não viu no canto a chave da alegria
Mesmo que o choro embargue a voz já presa
Se tu cantares da noite fazes dia

Há tantos modos de habitar o tempo
Que às vezes não sabemos bem vivê-lo
É rio que passa breve e vai sedento 
E num só fado a gente quer contê-lo