- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.107.500 VISITAS /*/ ABRIL 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa >

Noites da Sé

José Guimarães / Manuel Maria Rodrigues e Alfredo Duarte
Repertório de Filomeno Silva

Cai a noite na cidade
E logo vem a saudade
Às ruas da velha Sé
È tudo sossego e calma
E entra na nossa alma
Um sentimento de fé

A Rosa abriu a janela
E no silêncio da viela / Uma guitarra se ouviu
È o Chico, o namorado
Que da trapeira do lado / Lhe lançou o desafio

E naquela rua estreita
Que a lua do céu espreita / Anda o fado no sentido
Em versos cheios de amor
A Rosa canta o menor / O dois tons e o corrido

Vão se abrindo mais janelas
E saem cantigas delas / Em jeito de desgarrada
E quase ninguém dá fé
Que às ruas da velha Sé / Vai chegando a madrugada

Três horas na catedral
Vieram pôr ponto final / Àquela cena bairrista
Logo a guitarra emudece
E a Sé velhinha adormece / E tem sonhos de fadista