- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.107.500 VISITAS /*/ ABRIL 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa >

Além disso tem o fado

Letra e musica de Carlos Alberto França
Repertório de António Mourão

Atravessei o Rio Tejo
Matei o desejo que tinha, de ver
Lisboa do outro lado
Sob o sol dourado ao amanhecer
Quando o barco se afastava
E ela ficava para trás de mim
Vi como diferente
O que a gente sente quando a vê assim

Percorri com o olhar
O perfil secular que ainda mantém
Os teus telhados vermelhos
E os prédios velhos d'Alfama e Belém
E fiquei embevecido
Para sempre convencido
Que não há outra cidade
Que tenha o que a nossa tem

Nas tuas sete colinas
Vareiras, varinas, castelo emproado
Avenidas e vielas
O velho e o novo, tudo misturado
Tem relíquias e museus
E o mais azul dos céus
Tem o que as outras não têm
E além disso tem o fado