- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.305 LETRAS <> 2.180.000 VISITAS <> JUNHO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Razão mais forte

José Correia / Ferrer Trindade
Repertório de Tony de Matos

Depois que fiquei sem ti / A tua ausência sofri
Sentindo lume / No olhar febril de ciúme

Só fala assim quem amou
E por amar, odiou

Se parece bem ou mal / Não me importa assim falar
Pois trago em mim, afinal / O ciúme a queimar

Razão mais forte que eu
Da minha ideia não te posso afastar
E nos teus lábios eu desejo apagar
Todo este fogo que em meu peito nasceu
Razão tão forte, que eu
Ergui a taça do fracasso e bebi
Por esse amor que desejei
Quando vencido me odiei
De não poder viver sem ti


Não quero adivinhar / A causa deste penar
A quanto abriga / Aquele amor que castiga

Se a nós os dois nos doeu
Sei que o mais forte sou eu

Tenho a vida p'ra esperar / E os minutos contarei
Custe lá o que custar / 
A meus pés te verei