- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.240 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.053.000 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

.

Fado sem nome *Ada*

Manuel Paião / Eduardo Damas
Repertório de Ada de Castro

Fado sem nome é assim a minha vida
Não tenho história nem sequer vida perdida
Amei, sofri, meu amor e felicidade
Destino meu é ciume e mais saudade

Eu vivo assim
Só há em mim fado e mais fado
Para matar o verbo amar no conjugado
Se não esqueci
O que sofri, foi ternura
Talvez assim afaste em mim minha amargura
Vivo a cantar
P’ra não chorar o meu passado
E até ao fim, chorar por mim vai ser meu fado