<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.680 Letras / 1.320.000 VISITAS // JULHO 2019

À noitinha

David Mourão Ferreira / Miguel Ramos *fado margarida*
Repertório de Francisco Pessoa

Tu vens todos os dias à noitinha
Saber se eu não parti, se ainda aqui estou
E quando vens de preto, és andorinha
E quando vens de branco, o céu mudou

No teu vestido preto, a primavera
É quase tão cruel como um insulto
Mas a minh’alma nunca desespera
De procurar em ti um céu oculto

Tu vens todos os dias à noitinha
E despes-te com tanta lentidão
Com tanta lentidão que se adivinha
A forma do teu próprio coração

E quando vais, é já noite fechda
Não sei se vou ficar, se vou saír
Não posso ter a alma sossegada
Sem saber se amanhã tornas a vir