- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Antes só

Letra e música de Artur Ribeiro
Repertório de Carlos Ramos

Antes só, do que mal acompanhado
Antes só, do que ser d'alguém por dó
Antes só, como um barco abandonado
Que viver só, a teu lado
Sim meu amor, antes só

Antes só, que ser d’alguém sem carinho
Antes só, como folhas em vai-vém
Antes só, que seguir no teu caminho
Ao pé de ti, mas sozinho
Mais sozinho que ninguém
Sim meu amor, antes só

Antes só, como uma rua deserta
Antes só, que pedir o que não tens
Antes só, que ficar de porta aberta
Sabendo bem que na certa
Oh meu amor, tu não vens

Antes só, sem ilusões nem desejos
Antes só, nas horas boas e más
Antes só, sem ninguém a quem dar beijos
Do que à espera dos sobejos
Dos beijos que a outro dás
Não não amor, antes só