- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O meu amor anda em fama

Pedro Homem de Melo / Reynaldo Varela *fado meia noite*
Repertório de João Ferreira Rosa 

O meu amor anda em fama 
Mesmo assim, lhe quero bem 
Os olhos do meu amor 
Não os vejo em mais ninguém 

Tentaram deitá-lo à rua / Mas fui logo abrir-lhe a porta 
E a minha mão toda nua / Venceu toda a noite morta 

Há cinzas no meu espanto / A cidade está vazia
Correm lágrimas e canto / A carne que me alumia 

Porém, mil vozes medonhas / Como pedaços de lama
Segredam-me vergonhas / Do meu amor quer anda em fama