- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.570 LETRAS PUBLICADAS <> 2.630.000 VISITAS < > NOVEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dona felicidade

Domingos Silva / Jorge Fontes
Repertório de José Mourão


Em cada dia que passa / Deste meu viver sem norte
Mora comigo a desgraça / Na rua da pouca sorte
Em cada dia que passa / Nada há que me conforte

P'ra que só, eu não ficasse / Andou à minha procura
E veio sem que a chamasse / A senhora desventura
P'ra que só, eu não ficasse / Trouxe consigo a loucura

Vinha com passo apressado / E ao ver o meu desalento
Entrou e pôs-se a meu lado / Com o senhor sofrimento
Vinha com passo apressado / E procurou um assento

Só não entra a minha porta / Alegria e amizade
Neste lar que desconforta / Tudo entra por maldade
Só não entra a minha porta / A dona felicidade