Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO apadrinhado pelo mestre RODRIGO

*CLIQUE e OIÇA*
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Prece

Pedro Homem de Mello / Joaquim Campos *fado tango*
Repertório de João Braga
Este poema esta gravado por Amália com música de Alain Oulman
e por Carlos Zel com música de Rui Veloso

Talvez que eu morra na praia
Cercado em pérfido banho
Por toda a espuma da praia
Como um pastor que desmaia
No meio do seu rebanho

Talvez que eu morra na rua 
Ínvia por mim de repente
Em noite fria sem lua
Irmão das pedras da rua 
Pisadas por toda a gente

Talvez que eu morra entre grades 
No meio duma prisão
E que o mundo, além das grades
Venha esquecer as saudades 
Que roem meu coração

Talvez que eu morra dum tiro 
Castigo de algum desejo
E que à mercê desse tiro
O meu ultimo suspiro 
Seja o meu primeiro beijo

Talvez que eu morra no leito 
Onde a morte, é natural
As mãos em cruz, sobre o peito
Da mão de Deus tudo aceito 
Mas que eu morra em Portugal