- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Vingança

Letra e música de Lupicínio Rodrigues
Repertório de Amália Rodrigues

Eu gostei tanto, tanto quando me contaram
Que a encontraram 

Bebendo e chorando na mesa dum bar
E que quando os amigos do peito 
Por mim perguntaram
Um soluço cortou sua voz, n
ão a deixou falar;
Eu gostei tanto, tanto, quando me contaram
Que tive mesmo que fazer esforço
Pra ninguém notar

O remorso talvez seja a causa
Do seu desespero
Você deve estar bem consciente
Do que praticou
Vem-me fazer passar essa vergonha
Com um companheiro
E a vergonha é a herança maior
Que meu pai me deixou

Mas enquanto houver força em meu peito
Eu não quero mais nada
Só vingança, vingança, vingança
Aos santos clamar
Você há-de rolar como as pedras 
Que rolam na estrada
Sem ter nunca um cantinho de seu 
Pra poder descansar