- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Canção das águas claras

Joaquim Pedro Gonçalves / Ricardo Ribeiro
Repertório de Ricardo Ribeiro

Águas claras, águas claras
Que dos rochedos caíam
Morreram as águas claras
Onde os meus sonhos bebiam

Era o sol, era a lua / Era a flor que aparecia
A solidão da rua / Também toda lá bebia

Agora a mágoa me acena / Das minhas mãos agitadas
Quem dera fossem penas / Os rochedos de águas claras

Dessa paisagem não sei / Nem a saudade precisa
Coração, eu não parei / Tira-me a hora indecisa

Do tempo que era quimera / Não quero que tenha fim
Porque é que o tempo não espera / Nem nunca esperou por mim