- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado mourisco

Azinhal Abelho / Alfredo Duarte *marcha do marceneiro*
Repertório de Manuel Fria

Esta saudade morena
Foi de uma serracena
Que ma deixou, a chorar
É herança de raíz
Que eu canto no meu país
Quando estou em frente ao mar

No reino da desventura
Na jura ficas prejura / Quando eu quis tu não quiseste
Sol e vento cinza e lama
Nem os moiros da moirama / Fazem o que tu fizeste

Ó lua, rosa encarnada
Lua cheia, lua estrada / Lua que matas assim
Três feridas num corpo nú
Um lençol de pano cru / 
Minha mãe, chora por mim